Resenhas

Resenha: UQ Holder – Ken Akamatsu

22, ago, 2016 Laryssa

Título: UQ Holder!

Subtítulo: Imortalidade que se dane

Mangaká: Ken Akamatsu

Ano: 2016

Páginas: 200

Editora: JBC

Sinopse: Ir para a capital e vencer na vida! Esse é o grande sonho do garoto interiorano Touta Konoe. Para poder partir, o prefeito da vila impõe um desafio ao jovem: derrotar Yukihime, sua mãe de criação e uma exímia lutadora. Touta passa os dias tentando superar Yukihime, mas as suas vidas sofrem uma grande reviravolta quando dois caçadores de recompensa aparecem visando a vida de sua mentora!

Há alguns anos Touta sofreu um acidente de carro, e ele não consegue se lembrar de absolutamente nada do que aconteceu na sua vida antes disso. Ele vive em um cidade rural com sua tutora Yukihime, que é professora da escola local ao qual Touta e seus amigos frequentam. Na capital há uma torre enorme, a sumir de vista no céu, onde dizem que se pode alcançar seus sonhos e ser feliz, e na qual só os melhores conseguem ir. O sonho de Touta e seus amigos é sair de sua cidade no interior e correr atrás de seus sonhos na capital, para isso eles precisam da aprovação da escola, que pré-determinou que somente irá sair da cidade, os jovens que conseguirem derrotar Yukihime!

Touta é um garoto despreocupado, esperançoso e determinado. Tenta a todo custo superar sua mentora com o intuito de partir; Apesar de querer muito ir a torre da capital ele não tem um objetivo direto, e inveja seus amigos por terem um. Gosta muito de Yukihime, mas se esforça em não demonstrar. Procura sempre visitar o túmulo dos pais apesar de não se lembrar deles e é daquele tipo otimista que chega a ser irritante.

No primeiro volume não há muitos personagens secundários, os amigos de Touta não tem muito destaque. Yukihime é altiva, forte, dura e confiante mas no fundo tem um coração mole – gostei mais dela do que do protagonista em si. Kuroumaru também é mais interessante que Touta, tendo uma história de vida sofrida e aparência andrógina beirando o absurdo – me rendeu boas risadas.

Capa, Arte e Finalização: No quesito arte achei o mangá muito simples, a capa é comum e não revela nada sobre a trama. A arte é interessante talvez por ser um pouco minimalista, evitando em vários momentos usar backgrounds com o intuito de dar mais destaque a cenas de ação ou momentos emotivos. Apesar disso tudo ele não tem uma aparência mal acabada e a finalização ficou ok.

Concluindo: Eu gostei, mas não me chamou atenção. Faltou um pouco de apelo na história e criatividade na arte e formação do mangá, mas para quem gosta de histórias com luta e aqueles apelos emocionais” a lá” Naruto eu indico.

Imagens:

uq-holder-capa-completa

40e5bd42016b4fc4afb66ab4242a2261._SX640_QL80_TTD_

UQ-Holder-Vol.-1-03

Touta_and_co_attacking_Yukihime

Uq-holder-1-1024x793

uq-holder-4407369