Resenhas

#Resenha – Traição do Destino – MaryLu Tyndall

16, fev, 2017 Anna Furtado

Livro: Traição do Destino

Autora: MaryLu Tyndall

Editora: Fundamento;

Ano: 2015;

Gênero: Romance;

Páginas: 368.

Editora × Skoob × Submarino

Charleston, 1812. Na fervilhante cidade movida por ricos fazendeiros, comerciantes e escravos, a recém-chegada Adália Winston tenta manter seu segredo: por trás da pele branca e dos bons modos, esconde-se uma escrava fugitiva. Nem mesmo sua fé inabalável ou o doce sabor da liberdade conseguem aplacar o medo de que, de repente, seu antigo dono a encontre e a arraste de volta para um mundo de sofrimento. Por isso, quando o jovem Morgan Rutledge, filho de uma das famílias mais influentes de Charleston, se encanta por Adália, ela resolve ignorá-lo. Mas o desejo de ser amada e protegida é mais forte e ela acaba se apaixonando pelo rapaz. Só que é ela quem acaba sendo levada para um mundo ao qual não pertence: a alta sociedade, onde o esplendor e a ambição traçam suas teias de intrigas, ciúmes e vingança, colocando em risco o destino do jovem casal. E agora: o amor entre Adália e Morgan será a salvação ou a ruína de ambos? Se seu terrível segredo de ex-escrava for revelado, Morgan abrirá mão de seu status e fortuna por um amor proibido e cheio de privações? Quando o passado bate à porta, o futuro pode não chegar…

Oi pessoal! Tudo bem? Hoje trago para vocês um romance de época lindo, da nossa parceira Editora Fundamento. Vamos lá então?

O nosso livro começa em 1811, na cidade de Barbados, no Caribe, onde Althea que é uma escrava decide fugir do seu cativeiro e muda seu nome para Adália. Depois de muito planejamento, Adália dá um show de empoderamento, inteligencia e esperteza e foge, de navio, para a cidadezinha de Charleston, na América.

Ao chegar em Charleston, então, ela consegue reconstruir sua vida: consegue um emprego, tem sua religião, sua fé e sua independência. Adália é uma mulher forte, decidida, determinada e eu simplesmente adoro o modo como ela não se deixa atingir pelos senhores de escravo, apesar do medo que ela sente de ser descoberta: ela é corajosa, destemida. E isso faz com que ela dispense, de forma bem afiada, os partidos mais superficiais e riquinhos da cidade.

Mas, todo mundo sabe que água mole em pedra dura, tanto bate até que fura. Adália acaba se apaixonando por Morgan Rutledge, um riquinho que no começo me pareceu bem esnobe, mas depois mostrou que é na verdade é uma pessoa diferente. É nesse instante, que, ao ser apresentada à alta sociedade, bales, eventos e etc, Adália se vê confrontada com seu passado, seu presente e seu futuro. É isso que ela quer ser? Uma senhora de escravos? E se ela for descoberta, o que acontece?

É nessa linha que segue o resto da história e para descobrir se Adália e Morgan ficam juntos, você terá que ler. A escrita de Tyndall é instigante e irônica, vai te manter preso ao livro sem sombra de dúvida! O que mais me cativou no livro foi o fato de Adália não vender seus valores e suas crenças em troca de um mundo luxuoso e deslumbrante que lhe é apresentado.

Gostaria ainda de elogiar a diagramação INCRÍVEL desse livro! As páginas são amareladinhas e tem uma bordinha com flores, um amor! Adorei! Recomendo muitíssimo, especialmente àqueles que estão procurando uma história cativante, com personagens profundos e de leitura rápida. Nota 5/5.