Resenhas

#Resenha: P.S.: Ainda Amo Você – de Jenny Han

14, ago, 2018 Kath Pereira

Título: P.S.: Ainda Amo Você
Autora: Jenny Han
Editora: Intrínseca
Ano: 2016

 

Sinopse: Lara Jean sempre teve uma vida amorosa muito movimentada, pelo menos na cabeça dela. Para cada garoto por quem se apaixonou e desapaixonou platonicamente, ela escreveu uma bela carta de despedida. Cartas muito pessoais, que de repente e sem explicação foram parar nas mãos dos destinatários.

Em Para todos os garotos que já amei, Lara Jean não fazia ideia de como sair dessa enrascada, muito menos sabia que o namoro de mentirinha com Peter Kavinsky, inventado apenas para fugir do total constrangimento, se transformaria em algo mais. Agora, em P.S.: Ainda amo você, ela tem que aprender como é estar em um relacionamento que, pela primeira vez, não é de faz de conta. E quando ela parece estar conseguindo, um garoto do passado cai de paraquedas bem no meio de tudo, e os sentimentos de Lara por ele também retornam.

Uma história delicada e comovente que vai mostrar que se apaixonar é a parte fácil: emocionante mesmo é o que vem depois.

 

Vou confessar que li os três livros dessa série na semana passada (de 07 de agosto até 11 de agosto). Foram 928 páginas em 5 dias, mas não estou falando isso para que vocês achem que sou uma ótima leitora e sim para que vocês saibam como a história de Lara Jean é deliciosa de ler!

A resenha vai conter spoilers do primeiro livro, obviamente… então para quem ainda não leu: cuidado!


Já leram nossa resenha de Para Todos os Garotos que já Amei?
Se não, clica aqui!

Com Margot vivendo na Escócia por tanto tempo, agora, Lara Jean finalmente acredita que pode ser uma ótima irmã mais velha e responsável assim como Gogo. Depois de todo o namoro de mentirinha com Peter K. e a bagunça com Josh, nossa querida Laranjinha vai ter que enfrentar um grande problema que surge um dia antes da volta às aulas: ver um dos momentos mais românticos e íntimos da sua vida exposto para todos.

O cyberbullying é bem explorado nesse segundo livro e uma pena acontecer logo com Lara Jean, mas Jenny Han consegue conduzir a coisa toda de uma maneira que contribua para o crescimento da personagem de uma maneira que, sem perder a inocência e aprendendo com quem pode contar, ela começa a ser menos ingênua e viver sua vida sempre da melhor maneira.

Temos romance nesse livro? SIIIIIM! E com uma surpresa. Vocês lembram que foram 3 cartas que chegaram aos destinatários, uma voltou para Lara Jean e uma ninguém sabe onde foi parar? Pois o destino sempre dá um empurrãozinho para que coisas surpreendentes aconteçam, né!

 

Escute, se duas pessoas estão destinadas a ficar juntas, elas vão encontrar o caminho uma até a outra.

Essa é uma das frases mais clichês de romance
e uma das que eu mais gostaria que fosse verdade
na minha vida!

 

Nesse livro somos apresentados a novos personagens super cativantes. Fiquem de olho em Stormy, porque ela é uma delícia. Kitty, apesar de não ser uma nova personagem, continua tendo seu protagonismo na vida de Lara Jean. Cada vez mais inteligente e com momentos que nos garantem boas gargalhadas, a irmãzinha mais nova acaba mostrando que idade e maturidade não tem nada a ver.

Temos uma visão um pouco mais de destaque sobre Gen, também. Na minha opinião essa menina deveria ter sumido… mas ok, ela tem sua importância para alguns dos principais acontecimentos desse livro (aqui eu estou revirando meus olhos… porque realmente não gosto dela!).

Outra coisa que chama a atenção é que Lara Jean e Kitty começam a se preocupar com a vida do pai delas, agora que Margot foi embora, Lara Jean deve ir em cerca de um ano para a faculdade, também, e ele continua sem aparente interesse por outras mulheres. Elas se questionam se não é hora dele se casar novamente, ou pelo menos ter outro tipo de relacionamento que não seja só com suas filhas e seu trabalho. Mais uma vez Kitty é quem vai tentar resolver o problema do jeitinho dela! hahaha

 

As coisas parecem que vão durar para sempre, mas não vão. O amor pode sumir, ou as pessoas, mesmo sem querer. Nada é garantido.

 

Novas cartas são escritas, rolam festas e um jogo acontece com competidores inusitados, que define muitas coisas nos relacionamentos de Lara Jean, Peter K., Gen, Chris e outras pessoas. O futuro está aí e é muito bom acompanhar o quanto Lara Jean evoluiu do primeiro livro pra cá e o quanto ela cresce neste mesmo!

É um segundo livro que tem de tudo: romance, humor, ansiedade e aquele calorzinho de reconhecimento por cada um dos nossos personagens preferidos (e alguns nem tanto) do primeiro. Jenny Han nos deixa com aquela sensação de “acabou bem, mas podia ter mais…”.

E AINDA BEM QUE TEVE! <3

É como um globo de neve: por um momento, tudo fica de cabeça para baixo e tem purpurina por toda parte e parece até magia, mas logo tudo se acomoda e volta para onde deveria estar.