Resenhas

Resenha: Gangsta de Kohske

21, maio, 2017 Laryssa

Título: Gangsta

Subtítulo: Os faz-tudo

Ano: 2015

Páginas: 200

Editora: JBC

Sinopse:Worick e Nicolas são uma dupla disposta a dar uma mãozinha ao submundo de Ergastulm, uma cidade dominada pela mádia, repleta de crime, drogas e prostituição. Mas os dois têm seu preço, e seus segredos! “Alô? Obrigado por ligar para os faz-tudo. Em que posso ajudar?”

Nicolas e Worick são conhecidos como “Faz – Tudo”, eles prestam favores especiais e duvidosos á quem pagar melhor. Depois de um longo período de vários serviços pequenos, são procurados pelo inspetor Chad para fazer uma “limpeza”. Uma gangue local – de tráfico de drogas e prostituição – está expandindo seus negócios para o Distrito Proibido, e as grandes famílias que dominam Ergastulm autorizam a execução de todos os integrantes, inclusive das moças acossadas e induzidas pelo chefe da gangue.

Worick é desinibido, simpático, brincalhão e sarcástico, embora esconda um passado dolorido aparentemente isso não o afeta. Nic é mudo, misterioso, anti-social e cruel – suas tendências homicidas precisam ser controladas por Worick na maioria das vezes, porém ele surpreendentemente pode ser muito mais gentil e empático que o próprio Worick.

Capa, Finalização e Arte: Ok, eu não li a sinopse e não conhecia a trama,  novidade. Demorei muito tempo para ler esse mangá,  a capa me fez imaginar uma trama envolvendo gangues de rua, violência gratuita e etc… além de eu não estar “no clima”, esse tipo de história não costuma me cativar. Depois de iniciar a leitura, o mangá me lembrou Bungou Stray Dogs (realmente não há semelhança plausível, mas a atmosfera me foi familiar). Outro dos motivos do meu preconceito foi o traço das personagens, até os mais delicados são… (não sei descrever… ásperos? ), e sendo uma amante de Shoujo, costumo apreciar a delicadeza composta por essa tipagem de mangá. Embora o traço seja singular, o que pode sugerir um mal acabamento, ele é finalizado com perfeição, e seu cenário – A estranha cidade de Ergastulm – compõe o ambiente da história perfeitamente.

Concluindo: Comprei todas as edições já publicadas no Brasil! Gostei muito da trama, mistura acidez com doçura de uma forma deliciosa… Como comer morangos molhados no suco de limão!!

Obs:. Não dou nota para primeiras impressões de mangás, somente para a obra inteira.

Imagens:

img_01

asfdghjk

0b3d086ca228f02b8f078103fed07ff5

gangsta-manga-panel-image-01

783-1

Obs:. Por motivos práticos e estéticos as imagens foram retiradas da internet.