Resenhas

Resenha: Entre as estrelas, de Katie Khan

25, maio, 2018 Wellington Rafael

Título: Entre as estrelas
Autora: Katie Khan
Ano: 2017
Editora: Bertrand Brasil

Resenha:Nada na Terra poderá separá-los. Um romance futurista surpreendente sobre o impacto do primeiro amor e como nossas escolhas podem mudar o destino de todos ao nosso redor Num futuro não muito distante, após a aniquilação dos Estados Unidos e do Oriente Médio, a Europa nada mais é que uma utopia na qual, a cada três anos, a população se muda para uma nova comunidade multicultural. Em um desses paraísos, Max conhece Carys, e é amor à primeira vista. Ele logo percebe que Carys é a pessoa com quem deseja passar o resto da vida — uma decisão impossível nesse novo mundo. Conforme o relacionamento dos dois se desenvolve, a conexão entre o tempo deles na Terra e o dilema atual no espaço vai sendo revelado. À deriva entre as estrelas, com apenas noventa minutos de oxigênio, eles concluem que só um deles tem a chance de sobreviver. Mas quem?

 

“Entre as estrelas”, romance de estreia da autora Keith Kan e se passa no futuro. Os Estados Unidos e Oriente Médio foram destruídos e só restou a Europa, ou melhor, a Europia –  uma utopia que se mantém a partir da junção de suas comunidades. Esse sistema criado tem como prioridade o desapego e o individualismo, pois, as pessoas precisam se mover a cada três anos, fazendo assim que as pessoas se separem de suas famílias e nunca criem vínculo nenhum com ninguém, familiar ou amoroso.

Nenhuma pessoa com menos de 35 anos pode namorar ou se casar, segundo as regras de Europia. Mas na história conhecemos Carys e Max. Uma piloto e uma chefe de cozinha que acabam se apaixonando.

“Entre as Estrelas” nos conta a história do amor proibido de Carys e Max em duas linhas temporais distintas: passado e presente. Há vários flashbacks durante toda a história, preenchendo lacunas, deixando o leitor em um estado perturbador – sério.

Essa narrativa é incrivelmente bem escrita e se resume a INTENSIDADE. Ao longo da história você fica preso aos personagens, querendo descobrir qual o destino dos dois. Se ficarão juntos, se morrerão…

Apesar de um romance de estreia a autora SABE como mexer com o psicológico. É uma leitura que recomendo a todos. Claro, tem aquele belo romance clichê, porém, só resta oitenta minutos…