Resenhas

Resenha: Biblioteca de Almas – Ransom Riggs

27, out, 2016 Wellington Rafael

Título: Biblioteca de Almas
Autor: Ransom Riggs
Editora: Intrínseca
Ano: 2015

Sinopse:Biblioteca de Almas é o último volume da celebrada trilogia iniciada com O lar da srta. Peregrine para crianças peculiares. Neste terceiro livro, depois de sofrer com a morte do avô, conhecer crianças com habilidades peculiares em uma fenda temporal e partir pelo mar em uma busca desesperada para curar a srta. Peregrine, Jacob vai finalmente enfrentar a inevitável conclusão dessa turbulenta jornada. Jacob descobre uma poderosa habilidade e não demora a explorá-la para resgatar os amigos peculiares e as ymbrynes da fortaleza dos acólitos. Junto com ele vai Emma Bloom, uma menina capaz de produzir fogo com as mãos, e Addison MacHenry, um cão com faro especial para encontrar crianças perdidas. Partindo da Londres dos dias atuais, o grupo vai percorrer as ruelas labirínticas do chamado Recanto do Demônio, uma complexa fenda temporal que abriga todo tipo de vícios e perversões. É ali que o destino de peculiares de toda parte será decidido de uma vez por todas. Tal como os volumes anteriores da série, Biblioteca de Almas une fantasia, aventura e sombrias fotografias de época para criar uma experiência de leitura única.

Tudo começou com “O Lar da srta. Peregrine para Crianças Peculiares” e “Biblioteca de Almas” é o terceiro livro da série, onde nos conectamos novamente com nossos queridos peculiares. Nesse livro nosso grupo percorre Londres nos dias atuais, pelo Recando do Demônio, uma fenda temporal que abriga todo tipo de perigos. O autor não deixou a desejar, assim como os livros anteriores da série, esse é repleto de fotografias sombrias e a história repleta de aventura.

Jacob e Emma estão frente a frente com os acólitos e isso já deixa o começo da história eletrizante. A situação em que Emma e Jacob se encontram é de tirar o fôlego, perante um exercito inteiro, os dois começam a receber ajuda de lugares improváveis e as coisas vão se desenrolando muito rápido. Nossos protagonistas saem ao resgate das Ymbrynes, mulheres capazes de se transformar em aves e que atuam como guardiãs das fendas.

O autor traz uma série de discussões relevantes sobre conviver com as diferenças e a dificuldade de ter que fazer escolhas difíceis, mas de um jeito verdadeiro e e sem clichês. A narrativa é fácil e flui durante a leitura, achei que novamente o autor deixou as coisas e acontecimentos bem detalhados o que, particularmente, eu gosto.

Uma história cheia de novos poderes, vícios, suspense e teorias. O final não é algo que eu esperava, em parte me deixa decepcionado por não ser algo que eu queria, mas ao mesmo tempo me deixa satisfeito por me sentir surpreendido.

A adaptação do primeiro filme, dirigido por Tim Burton está nos cinemas